A MINHA INFÂNCIA DOS ANOS DE 1990 – PARTE II

Por Indyra Tomaz

MÚSICAS

capachiquititas.jpg eotchan_10_anos.jpg

“Chegou a hora de dar risada, chegou a hora das Chiquititas”. “Sou feliz, por isso estou aqui, também quero viajar nesse balão”. “Segura o tchan, amarra o tchan, segura o tchan, tchan, tchan”. Talvez você esteja mexendo pelo menos as pontinhas dos dedos ao ler essas letras. Ou, quem sabe, está imaginando como fez sua mãe comprar todos os CDs das Chiquititas e ainda gravou todos os capítulos. Ainda mais, nesse exato momento as meninas devem estar lembrando daquele shortinho bem colorido para dançar o tchan que costumavam colocar sempre que grupo É o Tchan se apresentava no “Domingão do Faustão”.

A infância dos anos de 1990 foi marcada por uma diversidade de músicas que empolgavam crianças e jovens. As cores e a variedade de estilos fizeram das trilhas sonoras desse período uma inesquecível recordação. Quem não lembra do “Vira-vira” dos Mamonas Assassinas? De “Lua de Cristal” da rainha dos baixinhos? Ou, quem sabe, “Vou de Taxi” da Angélica? A lista é bastante infinita. E, com certeza, as lembranças também.

Paula Brauner, 20, estudante de jornalismo, lembra com muito carinho da música do “Ursinho Pimpão” e do ritmo envolvente da Lambada. O destaque era para os LPs ou disco de vinil, um Cd com o tamanho dobrado que tocava nas vitrolas. Para Brauner, o ursinho Pimpão era “meu fiel escudeiro”’. Ela não o largava por nada e afirma que ainda hoje o tem. O nome dado por Paula ao seu “amiguinho” foi o de Pirulito, pelo fato de “ele ter um cabeção”, explica.

mamonas.jpg

Já para Iakyra Gonçalves, 19, estudante de administração, “as Chiquititas são as que estão mais frescas em minha mente”. Dizia ser fã da novelinha argentina e gostava de imitar a Dany, personagem interpretada pela atriz Giselle Medeiros. Sua canção preferida era “Te encontrei”, pois declarava-se, e ainda se declara, uma romântica assumida.

A publicitária Maria Di Maria considerada uma amante da música, 22, lembra que gostava de ouvir “O Cravo e a Rosa”. Mas dá um destaque para a letra de “Como uma deusa”, que segundo ela tinha toda uma interpretação. “Salto de mainha com um lençol. Eu subia na cadeira e encenava. Muito engraçado”, lembra.

É comum ouvir que na vida tudo tem trilha sonora. A infância dos anos de 1990, com certeza, não passou em silêncio. A criançada teve uma grande lista de músicas que eram interpretadas de formas variadas. Irreverência. Sentimentalismo. Alegria. Muitas cores. Foram pontos que tornaram a música ímpar por volta de 1990 e alguma coisa.

LISTAS DE MÚSICAS:

  1. Vou de Taxi;
  2. Lua de Cristal;
  3. Ursinho Pimpão;
  4. Super fantástico;
  5. O Cravo e a Rosa;
  6. Vira-Vira;
  7. Mila;
  8. Robocop Gay;
  9. Uma Arlinda Mulher;
  10. Ilari Ilariê;
  11. Atirei o pau no gato;
  12. Ciranda;
  13. Segura o Tchan.
Anúncios

Uma resposta para “A MINHA INFÂNCIA DOS ANOS DE 1990 – PARTE II

  1. olá bolsista! parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s